Iguaba Grande - RJ
  Home | Calendário | Horários | Contato | Localização | História

TIME SEM VERGONHA

Não poderia de forma alguma, deixar de falar na Copa do Mundo de Futebol que acabamos de assistir. Tivemos uma participação pífia, de nossa seleção, recheada de monstros sagrados, como Kaká, Júlio César, Juan, Robinho e cia...

Acho, sinceramente que tudo tinha que terminar, da forma como terminou, ou seja, numa tragi-comédia; a escuderia do grande líder e faixa preta de Kikboxer (desculpem se errei o nome do esporte, tão famoso em todo o Mundo), "Dunga", nos deixou tristes muito cedo, não conseguimos nem esquentar nossa participação nos gramados Africanos e logo, já estávamos de volta para casa com a cara toda amarrotada. Amarrotada de que? Tristes com a derrota, ou Cansados de tanto tocar pandeiros, surdos, e outros instrumentos usados nos pagodes, ou mesmo esgotados dos grandes e fartos churrascos, regados de loiras suadas e vinhos importados...

Esse é o esporte profissionalizado no Brasil? Isso é ser profissional? Enquanto muitos atletas amadores ficam pelo meio do caminho, por falta de patrocínio, por falta de apoio, por falta de tudo que um atleta realmente precisa para que possa no futuro mostrar seu potencial, seja ele, na piscina, nas quadras, nas pistas ou em qualquer que seja o local, grandes fortunas são gastas com esses picaretas do esporte que se julgam profissionais, profissionais de que? Do estupro, do sequestro seguido de crime, da bandalheira, das noitadas regadas por drogas, da prostituição, da bebedeira, da falta aos treinamentos sem dar sequer uma satisfação, do xingamento à profissionais ligados ao futebol, de brigas dentro e fora das quatro linhas, manchando e denegrindo o esporte, na sua essência maior que é o Fair Play, na boca fechada, ou até mesmo de costas ou dando entrevistas, na hora em que, se está ouvindo o Hino Nacional Brasileiro, na entrevista à televisão, após trocar de camisa com um adversário e com uma camisa que não leva o nome do patrocinador do clube, agredindo assim todas as regras da ética...

Tinha, ou não tinha que acabar da forma que acabou, uma delegação chefiada por um Presidente ou por uma família que detêm a mais de 40 anos o poder dentro de nosso País, passando, somente, de sogro para genro, uma delegação chefiada por um médico que declarou dias antes da viagem para a África, que todo atleta toma sua cervejinha e venhamos e comvenhamos, tomar uma cervejinha é bom demais e só aumenta o potencial desses jovens. Uma delegação que tinha como líderes fora de campo Jorginho e Dunga, o primeiro com larga experiência como técnico do poderoso América Futebol Clube que me desculpem os dirigentes do Grande América, time de tradição do nosso futebol, mas é muito pouco, concordam comigo? O outro, dirigiu qual time mesmo? Não me recordo agora, acho que deve ter sido algum time de várzea, pois nunca apareceu, nem em filme pornô...

Juntem tudo isso e mais algumas coisinhas como, contusões, jogadores a meia bomba, jogadores completamente exaustos com o calendário Europeu, jogadores em período pós operatório e etc...

Minha gente, temos que evoluir muito, se quisermos organizar realmente uma Copa do Mundo e uma "Olimpíada", temos que aprender a dar aos atletas de nosso País, condições iguais, para que possam realmente seguir em seus treinamentos, temos que saber que futebol, natação, vôlei, atletismo, judô, todos os esportes, todos os atletas devem ser valorizados, polidos da mesma forma, com a mesma intensidade que valorizamos nossos atletas do futebol.

Sediar ou querer sediar competições de alto nível sem infra estrutura, acho sinceramente que é muito amadorismo de nossa parte, o tempo, corre demais, quatro anos passam rápido demais e logo, logo, estaremos aí, as vésperas da abertura da Copa do Mundo e com absoluta certeza, posso lhes garantir que se a nossa mentalidade não mudar, faremos o memso pepel de 1950, deixando o Povo Brasileiro, mais uma vez de luto, perdendo aqui dentro de nossos domínios. 

Só para finalizar, seis anos também passam rápido e se não começarmos, ontem, a trabalhar com o esporte amador, vamos fazer muito feio também na "Olimpíada", esse sim, o momento máximo do esporte no Planeta. 

Só lembrando a todos vocês que o grande e imbatível Futebol Brasileiro (profissional), nunca ganhou uma medalha de ouro Olímpica e da última vez que ganhamos o bronze, numa mostra do que é o verdadeiro Fair Play e o espírito Olímpico, nos negamos a subir ao pódio, pegando o avião de volta um dia antes e quem estava lá, chefiando essa, essa, essa...

Será que era esse que está aí, no momento, acho que sim; é muita coincidência não é mesmo?

Salve o Brasil!!!

Parceiros |||||||||||||||
 
  NATAÇÃO ALLA © - 2010.

Tel.: (22) 2634-0239 (22) 9925-8127